por Alexandre Nascimento

Conhecida também como dores nas articulações é caracterizada pela sensação de desconforto ou pela dor de uma ou mais articulações do corpo. As dores articulares podem acontecer com ou sem a movimentação da musculatura, e muitas vezes essas dores podem ser graves e restringir os movimentos do corpo. Essa sensação desagradável inicialmente pode ser caracterizada como:

  • Desconfortos;
  • Inflamações;
  • Sensação de queimação geralmente nos membros inferiores (pernas e pés); e,
  • Rigidez das articulações entre outros.

Muitas vezes essas dores podem ter origem fora da estrutura articular. As articulações compõem uma estrutura complexa onde inclui as extremidades ósseas, cartilagens, membrana sinovial, ligamentos e tendões. É graças a esta estrutura que podemos nos movimentar.

A artralgia (dor articular real) pode ou não estar acompanhada de inflamação da articulação (artrite), o sintoma mais comum de inflamação da articulação é a dor. As inflamações articulares podem apresentar-se de forma quente e inchada e com menor frequência a pele pode ficar avermelhada; outros sintomas como: erupção cutânea, febre, dor ocular ou aftas também podem estar presentes dependendo das causas das dores articulares.

Alguns achados clínicos podem nos mostrar diferentes tipos de artrites. Quando múltiplas articulações estão envolvidas, alguns distúrbios são mais propensos do que outros a afetarem a mesma articulação em ambos os lados do corpo (por exemplo, ambos os joelhos ou ambas as mãos) esse quadro clínico é chamado de artrite simétrica, em alguns casos a crise de artrite permanece nas mesmas articulações durante toda a sua duração, em outras situações a artrite passa de uma articulação para a outra e é conhecida como artrite migratória.

Causa das dores nas articulações e ossos

As dores nas articulações e ossos podem ter vários motivos, como dito acima, uma delas é a inflamação das bursas. As bursas são bolsas cheias de líquidos que tem a função de proteger os ossos e articulações, bem como absorver o impacto que o corpo traz ao se movimentar. Promovendo um maior conforto ao movimento de músculos e tendões.

Abaixo algumas das causas das dores articulares:

Artrite Reumatóide

É uma doença crônica que causa inflamação e dores nas articulações, é autoimune, o que significa que os problemas surgem porque o próprio sistema imunológico da pessoa ataca algumas partes do seu corpo. Além das dores, a pessoa pode sentir rigidez nas articulações, febre, fraqueza, dores constantes ou ter períodos de crises.

As primeiras articulações afetadas são as pequenas como as das mãos, pés e pulsos, com o passar do tempo evolui para outras articulações do corpo.

Fadiga crônica

A síndrome da fadiga crônica é uma doença caracterizada por um cansaço extremo e contínuo sem nenhuma explicação relacionada a condições médicas. Geralmente, as pessoas pioram quando realizam atividades físicas ou mentais. Atualmente, associa-se o surgimento da doença com a combinação de infecção viral, problema no sistema imunológico e desequilíbrio hormonal.

Além das dores articulares a pessoa pode apresentar dores musculares, perda da concentração e memória, aumento dos gânglios linfáticos, sono recorrente, dores de cabeça, exaustão extrema após esforço mental ou físico.

Tendinite

O termo tendinite é utilizado para descrever uma inflamação de um tendão que é a estrutura fibrosa que une o músculo ao osso. Como já falado acima, as “dores articulares” podem ser proveniente de outros locais ou estruturas, dando a impressão que a dor é articular devido a sua proximidade.

 Ela acontece em qualquer tendão do corpo, mais comumente no joelho, ombro, cotovelo, punho e tornozelo, e a inflamação acontece quando há uma sobrecarga que pode estar relacionada à falta de alongamento muscular, movimentos repetitivos, estresse, postura inadequada, doenças autoimunes, idade avançada.

  Luxação

  A luxação é uma lesão de impacto que se caracteriza pelo deslocamento de um ou mais ossos de uma articulação. As articulações que mais sofrem luxação são:

  • Ombros;
  • Joelhos;
  • Fêmur;
  • Quadril;
  • Tornozelo;
  • Dedos; e,
  • Cotovelos.

Essas lesões acontecem geralmente devido a traumatismo direto ou indireto, lesões congênitas, fraturas, quedas, frouxidão de ligamento ou músculo causada por doença crônica.

Condromalácia Patelar

É o desgaste da cartilagem do joelho, que causa dor nessa articulação. A dor sentida está relacionada ao grau de comprometimento da cartilagem, que pode variar. Os fatores relacionados ao surgimento são: Estresse repetitivo das articulações do joelho, condição muscular fraca da perna, trauma local, deslocamento ou fratura, sobrepeso ou obesidade.

Como prevenir as dores articulares?

     O tratamento da maioria das dores articulares é realizado com uso de analgésicos e antiinflamatórios (devendo consultar um médico especialista), mas tratamentos alternativos também são recomendados como: fisioterapia e uso de compressas geladas e quentes, massagem, repouso, acupuntura, correção postural, melhoria da ergonomia no trabalho, fortalecimento muscular.

 A alimentação saudável tem um papel importante na prevenção e manutenção da saúde articular, o consumo de alimentos naturais fortalece as articulações, aliviando as inflamações e diminuindo as dores articulares.

Alimentos que podem auxiliar no tratamento e prevenção

Raiz de bardana

Para melhora nas dores é recomendado o aumento dos ácidos graxos, e as raízes de bardana oferecem uma boa quantidade deles, além de contar com propriedades anti-inflamatórias. Você pode consumir por meio de chás e/ou como alimento.

Arnica

O uso externo da arnica ajuda no alívio das dores. Utilize-a em massagens feitas na região afetada.

Cúrcuma

Também auxilia na diminuição das dores bem como a inflamação, pode ser usada como chá e/ou temperos.

Gengibre

Produz uma diminuição no inchaço e alívio da dor. Pode ser consumido misturado nos alimentos, sucos entre outros.

Argilas

Tem ação na recuperação das lesões, bem como, o aumento da circulação, pode ser aplicado no local afetado pelas dores e incômodos.

Linhaça

Fonte de Ômega 3, o grão tem o poder de manter o sistema imunológico forte combatendo, assim, a inflamação. Busque consumir pelo menos três colheres por dia acompanhado de algum alimento como suco, iogurte e frutas.

Controle do peso

O controle do peso é uma forma de prevenção, uma vez que o sobrepeso aumenta a pressão sobre as articulações, fazendo com que aumente o risco de dores e lesões articulares ou musculares.

O Irmão Espiritual José Roberto Alonso nos fala sobre prevenção das dores articulares.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta