No dia 20 de novembro é comemorado nacionalmente o dia da Consciência Negra. Esta data é a representação da luta contra a discriminação racial e a desigualdade, sendo a expressão da percepção histórica.

A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder Zumbi dos Palmares em 1695 que lutou contra a escravidão no Nordeste. Constam nos documentos históricos que o fim do tráfico negreiro ocorreu em 1850, e os irmãos espirituais pretos-velhos nos contam que passaram por essa fase.

A celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade. Afinal, as gerações de afro-brasileiros que sucederam a época de escravidão sofreram e ainda sofrem diversos níveis de preconceito.

Este povo e a cultura afro no Brasil tiveram grande relevância no desenvolvimento da identidade cultural brasileira, inclusive dentro das religiões. Por isso, neste dia, te convidamos a refletir, independente do seu grupo étnico, o significado do respeito às heranças culturais que permeiam o solo brasileiro e de reconhecer também nas diferenças, sejam de cores ou jeitos, oportunidades de diálogo.

Viva as nossas singularidades e multiculturalidades. Que possamos nos amar e exercer os ensinamentos do Cristo com todos nossos semelhantes, sejam eles de quaisquer cores e credos!

Deixe uma resposta