Há aproximadamente 8 mil anos, encontra-se vestígios do primeiro Anel do Poder, quando os atlantes deixaram sua sabedoria aos sacerdotes egípcios. Também conhecido como Anel de Atlante, foi localizado no Vale dos Reis, no Egito, ao final do século XIX, por um egiptólogo chamado Marquês de Angrain que, tempos depois, passou suas pesquisas para outro egiptólogo, Howard Carter.

Diz a lenda que Howard foi o único a escapar com vida da maldição de Tutancâmon escrita em seu túmulo “A morte tocará com suas asas aquele que perturbar o sono do faraó”. Outros pesquisadores que ignoraram esta mensagem morreram de doenças estranhas, apenas Howard sobreviveu e acredita que estar usando o anel de atlante foi o que o salvou.

A eficácia do anel deve-se pelas ondas de energias que ele forma e que podem capitalizar energias cósmicas. Os Irmãos Ciganos Espirituais explicam que ele capta forças invisíveis capazes de emanar vibrações benéficas para o organismo.

O anel promove proteção, criatividade, espiritualidade elevada, saúde, capacidade, uma boa intuição para quem usa o mesmo e tudo isso é transmitido para a pessoa por meio de ondas. As formas presentes produzem campos de forças naturais para obter efeitos protetores, neutralizando as baixas energias invisíveis planejadas ou que acontecem de repente.

Ao usar o anel, os agentes invisíveis auxiliam na dissolução de energias das emoções bloqueadas do passado, como mágoas, culpa, medos ou frustrações, catalisando energia cósmica para harmonizar o corpo, ter equilíbrio na vida e ter uma mente mais clara e aberta para as coisas. Viver o agora é essencial para levarmos em consideração as propriedades desse talismã.

O anel tem significados diferentes ao usar em cada dedo:

Polegar: age sobre os maxilares, a linfa, os sistemas auditivo e respiratório.

Indicador: beneficia o sistema nervoso central, intestino grosso, coluna, vértebras, traz vitalidade, vontade e ação do “eu” consciente, que de acordo com Sócrates é a alma.

Médio: age sobre circulações, alergias, crânio, pés, ossos e simboliza o dedo da vida material.

Anular: favorece o sistema urinário, nervoso periférico, nervos simpáticos e parassimpáticos, hipófise, tireoide. Desperta a sabedoria do eu superior e os compromissos com a espiritualidade.

Mindinho: fortalece o coração, intestino delgado e as emoções quando usados.

Interessante, não é? Adquira o seu agora mesmo!

 

– Bethânia Caetano

11 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite!!
    Gostaria de saber o valor de destes itens.
    O anel do poder
    Ouro monoatomico
    Prata coloidal
    Cobre coloidal

    O anel pode ser usado em qualquer dedo?? Grata!!!

  2. Eu dei o num 18mmm para o meu anel mas nao tenho a certeza nemvices não teem um medidor certo para colocar um anel meu e vos dizer o certo

Deixe uma resposta