Desde cedo, as mulheres conhecem a dor de ter de suportar a desigualdade de gênero e lutam diariamente para ter um futuro melhor. 

Malala Yousafzai é uma figura emblemática e atual nessa luta das mulheres pela educação, que começa na infância. A paquistanesa defende a educação a longo prazo como melhor investimento, em especial para o desenvolvimento feminino: “O empoderamento das meninas vem da educação, tem a ver com emancipação”. 

Malala foi reconhecida com diferentes prêmios e é a pessoa mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz, aos 17 anos de idade. Em 2012, com 15 anos, ela foi baleada pelo Talibã por se manifestar contra a proibição da educação para mulheres. Malala só queria que meninas e adolescentes do Paquistão pudessem exercer o direito de ir à escola e adquirir conhecimento.

Sua grande história de resistência, mesmo tão nova, nos enche de orgulho e esperança com suas reivindicações e conquistas. Aproveitamos para deixar aqui a nossa homenagem para todas as meninas que batalham por um futuro melhor.

Deixe uma resposta