Madre Teresa de Calcutá é uma das Grandes Mulheres da Humanidade. Seu imenso legado é a caridade.

Nascida na Albânia, Madre Teresa foi uma freira católica romana que viveu na Índia a maior parte de sua vida. Seu verdadeiro nome era Agnes Gonxha Bojaxhiu. Houve na escolha deste nome uma intenção, como ela própria dissera: a de se parecer com Teresa de Jesus, a humilde carmelita de Lisieux.

Ela chama de “o chamado dentro do chamado”, onde já tinha sido chamada para a vida religiosa, porém, agora deveria redirecionar sua vocação para ajudar os mais pobres. E assim o fez, dedicou toda sua vida aos mais carentes. 

Apelidada de “Santa das Sarjetas”, Madre Teresa começou sua missão humanitária na Índia e dedicou toda sua vida aos mais carentes. Em 1950, ela fundou as Missionárias da Caridade, que atraiu muitas irmãs que fizeram votos de castidade, pobreza, obediência e serviço gratuito aos mais pobres dos pobres. O trabalho que a ordem realizou, em mais de 130 países, incluiu o gerenciamento de casas para pessoas que estavam morrendo, cozinhas populares, orfanatos e escolas. Seu trabalho de caridade mudou a vida de muitas das pessoas mais vulneráveis ​​do mundo.

Recebeu o Prêmio Nobel da Paz, pela luta contra a pobreza, deixando-nos o exemplo vivo de humildade e de sua própria fala: “Qualquer ato de amor, por menor que seja, é um trabalho pela paz”. Uma grande mulher para nos inspirarmos!

Deixe uma resposta